fbpx

"Onde a História e as Artes Marciais se fundem"

Quem somos

Gerada coincidentemente sob o signo de Marte (ou seja num belo mês de Março), a VGM – Velha Guarda Marcial tem como objetivo promover a revitalização da prática marcial, desportiva e recreativa de Artes Marciais Históricas Europeias (conhecidas mundialmente por HEMAHistorical European Martial Arts).
Grande parte do trabalho a que nos dedicamos consiste no estudo, e interpretação prática de manuscritos bélicos antigos, de variadas épocas e regiões europeias. As técnicas dos mesmos ficaram adormecidas na memória viva do seu povo, contudo as HEMA têm vindo a trabalhar para revitalizar e recuperar esses conhecimentos.
Uma das principais riquezas destas artes prende-se com a diversidade de armas e técnicas que são possíveis desenvolver, e que nos ajudam a “calçar as botas” dos nossos antepassados. 
Armas trabalhadas abordadas na Velha Guarda Marcial

Uma breve nota sobre a Esgrima Cénica e Recriação Histórica:
Sendo muito comum sermos questionados sobre a vertente mais cultural e cénica que por vezes se atribui à prática destas artes marciais, a Velha Guarda Marcial entende que recriação histórica é algo muito distinto das HEMA. Contudo perceciona que quando aliadas, catalisam-se para uma maior divulgação, vivência e consciência do nosso precioso legado histórico-cultural.

Os nossos instrutores

Pedro de Brito

Aos 11 anos inicia-se num clube de esgrima olímpica (na Sala de Armas do Parede Futebol Clube). Mais tarde, aos 15 anos cruzou-se com artes marciais orientais, dedicando-se durante 5 anos a um sistema que integrava várias técnicas, desde o kendo, golpes (atemi), quedas e projeções.  

Hoje em dia, além de animador e modelador 3D (Licenciado em animação digital), é instrutor de artes marciais históricas europeias. Especializando-se na esgrima medieval e setecentista desde 2011, tendo participado em diversos festivais, torneios e campeonatos.
Também é praticante da arte marcial Portuguesa, conhecida como Jogo do Pau.

Jessica Gomes

Desde nova que se interessou pelas artes marciais, experimentando muito brevemente alguns estilos diferentes. Contudo é aos 15 anos que se dedica a uma arte marcial de raízes orientais, embora de concepção ocidental, onde é trabalhada uma amálgama de matérias e técnicas que vão desde o corpo-a-corpo (projecções, chaves, submissões), a golpes com o corpo (atemi) e a técnicas com  armas (kendo e hojojutsu).

É arquitecta paisagista, artista 3D (modelos arquitectónicos e paisagísticos), e instrutora de artes marciais históricas europeias. Dedica-se à prática da modalidade desde 2011, assim como à prática da arte marcial Portuguesa do Jogo do Pau desde 2016.

 

Segue em baixo link para uma entrevista realizado por Guy Windsor, instrutor de Esgrima Antiga/ Histórica, investigador, autor(ver website em https://guywindsor.net/ e blog)

The Sword Guy Podcast, episode 38

Publicado a 12/03/2021 (podcast em Inglês)

“Portuguese Party Weapons with Jessica Gomes

Jessica Gomes runs her own club, the Velha Guarda Marcial, in beautiful Sintra, Portugal. She focuses on Fiore’s system, Capoferro rapier, and Portuguese staff fighting, Jogo do Pau. Jessica explains what this Iberian “party weapon” is all about, and how it influences and complements training with other systems.

There are some pictures of the Portuguese staffs here, with English translation: https://www.jogodopau.pt/category/media/fotos/feiras-e-romarias/

We talk about teaching different weapons systems alongside one another, such as Jogo do Pau and rapier, and how you keep them separate… or not. There is also lots of advice in this episode for anyone thinking of setting up their own club. We discuss the cultural side of HEMA and how we could get it recognised as a world heritage activity, with the aim of making it easier for new clubs to get started and to help with weapons regulations.

For more information on the Roberto Gotti exhibition in Minsk that Jessica attended in 2019, see here: https://www.hema-minsk2019.org/catalogue

 

Aqui deixamos o link para uma entrevista realizado por Diniz Cabreira (que gere e ministra aulas na Arte do Combate, em Galiza)

      Arte do Combate

Publicado a 05/11/2018

A Jessica Gomes, que junto Pedro Brito regenta a escola «Velha Guardia Marcial», vem nos falar dos seus inicios nas HEMA, as suas experiências ministrando aulas para crianças, a sua visão da cena atual em Portugal, e do seu trabalho no Abrazzare de Fiore de’i Liberi. —

Consulta mais sobre a Arte do Combate em:

“Hoje trazemos uma conversa com Jessica Gomes, quem junto com o Pedro Brito regenta a escola Velha Guarda Marcial em Sintra. Foi gravada no encontro da HEMA Portugal de Tomar do ano 2017.”

Parcerias

Clubes e Associações de Artes Marciais & Desportivas

JOGO DO PAU PORTUGUÊS – STAFF FIGHTERS
Associação Esgrima Lusitana Cascais – Jogo do Pau, tem como objectivo a divulgação e ensino de Varapau e Bastão de Combate e Defesa Pessoal na região de Cascais.

Agrupamentos Escolares

ESCOLA EB 2,3 ALFREDO DA SILVA
Agrupamento de Escolas Alfredo da Silva (Sintra)

Associações Culturais

DOUBLE-U REPLAY
Associação sem fins lucrativos para o estudo, preservação, divulgação e recriação viva da memória ecológica e cultural dos territórios do Oeste (Portugal e Europa).